Quinta-feira, 6 de Abril de 2006
Já diz o velho Ditado Popular "Apanha-se mais depressa um Mentiroso do que um Coxo..."

Vou trancrecrever na integra uma noticia que vem no Diário de Noticias de hoje (2006/04/06).

 

Mais palavras para quê? Na noticia está tudo dito...

 

 

"Ascenso Simões defendeu em 2002 taxa de alcoolemia de 0,5 gramas/litro"

 

"Em pouco menos de quatro anos, duas posições diametralmente opostas. Em 2002, o secretário de Estado da Administração Interna, Ascenso Simões, defendeu que "a taxa [de alcoolemia] correcta, num país como Portugal, com os hábitos alimentares existentes, deveria ser de 0,5" gramas por litro de sangue.

Esta é apenas uma das afirmações que constam da declaração de voto do então deputado Ascenso Simões, que se diferenciava assim da posição assumida pelo seu partido. O PS decidiu na altura votar contra o regresso aos 0,5 g/l que o PSD propunha, depois de o Governo liderado por António Guterres ter imposto a descida da taxa para 0,2 g/l, mas fazendo acompanhar a medida com a constituição de uma comissão científica independente que ficou de estudar os impactos da redução.

Ascenso Simões dizia na altura, aquando da votação na generalidade de alterações ao Código da Estrada e à lei que impunha a redução da taxa, que o PSD suscitava "em situação extemporânea o regresso da discussão" sobre a taxa. Ao mesmo tempo já reconhecia ser "bem nítida a simpatia que alguns sectores da comunicação social demonstraram pela solução dos 0,2 g/l, o que faz antever um combate informativo intemporal". Neste ponto, o agora secretário de Estado da Administração Interna acertou em cheio.

O governante que diz hoje que a taxa poderá "diminuir consideravelmente" no final do ano se os produtores de vinho não ajudarem a contrariar os números de mortos nas estradas é o mesmo que afirmou isto em 2002: "A discussão da taxa de alcoolemia não elimina a minha preocupação quanto ao sector vitivinícola." Para o então deputado, "o sector empresarial dos vinhos é um dos que mereceria uma atenção redobrada por parte do Governo" [PSD-CDS]. Mais, Ascenso Simões dizia ainda em 2002 que "fazer a discussão da chamada taxa de alcoolemia associada à da protecção do sector vitivinícola, introduzindo argumentos de saúde pública não pode ser aceitável". O DN tentou ouvir Ascenso Simões sobre a contradição, o que não foi possível até ao fecho desta edição.

O PS rejeitou ontem um requerimento do PSD para a ida urgente do secretário de Estado da Administração Interna à Comissão de Obras Públicas. Socorrendo-se da maioria absoluta, os deputados socialistas rejeitaram a audição e aprovaram como alternativa a ida do ministro da Administração Interna ou do secretário de Estado que tutela a Direcção-Geral de Viação para dar a conhecer o Relatório Anual do Observatório de Segurança Rodoviária. "Um boicote absoluto", considerou Fernando Santos Pereira, do PSD.

"Não gostei do comentário do ministro da Agricultura sobre as declarações de um seu colega de Governo", afirmou Jorge Coelho na Quadratura do Círculo (pág. 10). "Se dois membros do Governo têm coisas a dizer-se devem fazê-lo entre si, não é próprio que o façam de forma pública", disse Coelho sobre o facto de o ministro ter afirmado que as palavras de Ascenso Simões não passavam de um desabafo."

 

Depois de noticias como esta, ainda querem que o Povo acredite mais neles, só se estivermos todos loucos... Não acham?

 

"Alijó Sublime"



publicado por ALIJÓ SUBLIME às 12:00
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De O duriense a 6 de Abril de 2006 às 16:53
Acho que tem toda a razão. Esse senhor devia ser mais coerente. E por ser transmontano devia ter mais cuidado com as suas afirmações publicas. Com que cara vai ele andar no futuro pelo distrito a pedir votos?


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

"ESPERAMOS QUE SEJA O PRI...

TOMADA DE POSSE DE ANÍBAL...

CAVACO SILVA VENCE EM POR...

VOTAR É UM DEVER CÍVICO

FELIZ NATAL E UM BOM ANO ...

MAIS UM SONHO MEGALÓMANO....

QUAL É O FUTURO DO PSD EM...

O CORTE NOS SALÁRIOS DA F...

"QUANDO OS GOVERNANTES NÃ...

CENTENÁRIO DA REPÚBLICA P...

arquivos

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Outubro 2009

Dezembro 2008

Abril 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

blogs SAPO