Terça-feira, 18 de Abril de 2006
No DOURO mandam os DURIENSES ...

Espero que todos tenham tido um Santa Páscoa em Família e com os Amigos.

Tendo sido ontem (dia 17 de Abril de 2006) iniciada a travessia do Rio Douro, na Bela Vila do Pinhão através do Ferry-Boat e ao ouvir nas rádios e ao ver nos jornais que a população está a favor do Ferry-Boat mas descontente com os horários do mesmo, não poderia estar mais de acordo e solidário com todos os Pinhoenses.

Estando à porta mais um Verão não poderia ter ocorrido em pior data a realização das obras na Ponte do Pinhão, mas também temos de perceber que acima de tudo está sempre a segurança das pessoas e que estas mesmas obras não poderiam acontecer em pleno Inverno, devido a vários factores, desde o mau tempo, ás fortes correntes do Rio Douro, entre muitos outros.

A opção de se contratar os Ferry-Boat, penso ter sido uma opção acertada e sensata já que vai facilitar não só a vida a todos os Pinhoenses, Alijoenses e Durienses que diariamente passavam na ponte, como também aos milhares de turistas nesta altura do ano e no Verão nos visitam.

Já penso que os horários que estão em vigor, não sejam os mais adequados para quem diariamente trabalha nas muitas vinhas existentes numa e outra margem do Rio Douro. Estes horários também não ajudam em nada os Comerciantes e a Restauração da Vila do Pinhão nem do Concelho de Alijó.

Se houver bom senso, compreensão e boa fé, por parte de todas as autoridades competentes responsáveis pelas travessias do Ferry-Boat, os horários que entraram ontem em vigor serão certamente alterados para bem das pessoas da Vila do Pinhão, do Concelho de Alijó e da Região Demarcada do Douro. Se assim não acontecer a população da Vila do Pinhão, mais uma vez não se deve calar, mas sim manifestar-se para poder “levar a água ao seu moinho”.

Já agora e por aquilo que ouvi a muitos Pinhoenses, eu sugeria o seguinte horário, iniciar ás 06h00m e terminar ás 22h00m, se tecnicamente for possível, julgo ser esta uma simples e acertada sugestão…

 

“Alijó Sublime”

 



publicado por ALIJÓ SUBLIME às 11:36
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 19 de Abril de 2006 às 11:18
Tem toda a razão nos comentários aqui expostos, e tem ainda mais razão, pois segundo me informaram a partir do Pinhão vai hoje, dia 18 de Abril de 2006, nesta vila, uma enorme confusão e justa revolta, devido ao facto dos horários não serem horários... É que no período da manhã só há travessia de ferry às 9h30min. e a seguinte às 12h30min. Será verade? Será que pode ser verdade?


De Luís Almeida a 21 de Abril de 2006 às 12:01
De facto os horários são pouco adequados e claramente insuficientes. No entanto queria deixar a observação que para colocar o ferry-boat a trabalhar mais do que as 8h diárias é preciso um investimento superior àquele que tem sido feito. Pedro Perry, presidente da Junta do Pinhão, apelou aos concelhos de São João da Pesqueira eTabuaço que pudessem contribuir para essa realidade. O que é certo é que o Pinhão e Alijó não poderão sustentar um ferry-boat durante 16h diárias e ou muito me engano, ou também é um pouco exagerado. Daí considero existirem duas alternativas, ou a população (utentes) paga a travessia fora das horas de ponta, ou tenta concentrar as suas deslocações nas horas de ponta. Até porque o ferry-boat abrir às 6h da manhã ao fim de semana, parece descabido. Daí também se deveria ajustar e flexibilizar o horário de acordo o tráfego diário.
Se as coisas fossem bem feitas, hoje saberia-se quais os fluxos, horas e dias de ponta na ponte e no Pinhão vindos pela ponte e poderia arranjar-se um horário de acordo com dados concretos. Agora, eu sei da minha formação como engenheiro civil e especialização em planeamento e transportes, que por muitas alterações que se façam, sempre que se mexe num sistema de transportes haverá pessoas descontentes. Por isso receio que esta situação se prolongue durante os 4 meses (?) da intervenção.
Sinceramente também não vejo o porquê deste drama , uma vez que fora dos horários do ferry-boat, as pessoas poderão deixar o veículo na estrada de acesso à ponte e seguir pelo passadiço. Incómodo eu sei, mas também não há-de ser para sempre.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

"ESPERAMOS QUE SEJA O PRI...

TOMADA DE POSSE DE ANÍBAL...

CAVACO SILVA VENCE EM POR...

VOTAR É UM DEVER CÍVICO

FELIZ NATAL E UM BOM ANO ...

MAIS UM SONHO MEGALÓMANO....

QUAL É O FUTURO DO PSD EM...

O CORTE NOS SALÁRIOS DA F...

"QUANDO OS GOVERNANTES NÃ...

CENTENÁRIO DA REPÚBLICA P...

arquivos

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Outubro 2009

Dezembro 2008

Abril 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

blogs SAPO